O RETRATO – por Rita de Cássia Amorim Andrade (categoria: Ritissima-Textos)

Postado por Rita de Cássia ligado out 24, 2014 em Ritissima-Textos | 1 Comentário

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O RETRATO


Por Rita de Cássia Amorim Andrade


O retrato não me foi dado,
O retrato ali estava
Entre tantos outros
Em um espaço restrito.

Eu vi o retrato
Eu ouvi a voz do retrato
E a voz me dizia:
Me leva contigo.

Olhei para os lados
Duvidosa se realmente
O retrato me chamava
E o retrato confirmou.

Nenhuma segurança
Todos os outros retratos
Olhavam para si próprios
Somente o retrato me falava.

E eu levei o retrato
Ninguém me viu furtar o retrato
E o retrato era conivente
Com o meu crime.

O retrato fitou-me com amor
Ficou gravado em minha alma
A fogo e ferro
Não devolverei jamais o retrato.

**


THE PORTRAIT


by Rita de Cássia Amorim Andrade


The portrait was not given to me,
The portrait was there
Among many other
In a restricted space.

I saw the portrait
I heard the voice of the portrait
And the voice said to me:
Take me with you.

I looked sideways
Doubtful if it was really
The portrait called me
And the portrait confirmed.

No security over there
From all other pictures
They looked at themselves
Only the portrait spoke to me.

And I took the portrait
Nobody saw me steal the portrait
And the portrait was conniving
With my crime.

The portrait looked at me with love
Remained engraved in my soul
The fire and iron
I never give back the portrait.

The end.

 


1 Comentário para “O RETRATO – por Rita de Cássia Amorim Andrade (categoria: Ritissima-Textos)”

  1. Pedro Pio disse em:

    Que sensação de cumplicidade senti com esse texto! Adorei!

Deixe um comentário:

10 + 14   é igual a   »
Deixe estes dois campos como estão:

IMPORTANTE!
Para enviar seu comentário é preciso informar a resposta ao cálculo acima.